Final Fantasy XIV – A Realm Reborn

Final Fantasy XIV – A Realm Reborn

Final Fantasy XIV – A Realm Reborn também conhecido como Final Fantasy XIV ou 14, é um MMORPG lançado pela Square Enix em Agosto de 2013, para quem não se lembra ou até mesmo desconhece Final Fantasy XIV foi originalmente lançado em 2010, porém o mesmo recebeu grandes críticas e a Square Enix foi obrigada a cancelar o jogo.

Mais em 2011 a própria Square Enix anunciou que o jogo iria ser re-lançado como Final Fantasy XIV – A Realm Reborn, com uma equipe totalmente reformulada, e foi exatamente isto que aconteceu, o jogo foi re-lançado em Agosto de 2013 para PC e PS3 e em Abril de 2014 para PS4, o jogo trouxe um Cross-Platform perfeito, aonde você consegue jogar na mesma conta em ambas as plataformas, porém tem que comprar o jogo separadamente.

O jogo trás 5 raças, Hyur que são os humanos, Elezen a raça élfica do jogo, Lalafell que são humanoides menores, Roegadyn uma raça grande e musculosa e os Miqo’te que são uma classe felina.

Um dos pontos que mais me agrada no jogo é o seu maravilhoso sistema de classes, no inicio parece complexo mais com o tempo você vai ver que é uma delícia se aventurar nas mais variadas classes, inicialmente você tem 8 classes para escolher e cada uma em seu respectivo território, Archer, Conjurer e Lancer em Gridania, Arcanist, Marauder em Limsa Lominsa e Gladiator, Pugilist e Thaumaturge em Ul´Dah.

Após você chegar ao level 30 em sua classe principal e 15 em sua sub-classe você pode finalmente escolher o seu tão desejado Job, hoje temos,

JOB Classe Principal Sub-Classe
Disciples of War
Warrior Marauder (30) Gladiator (15)
Paladin Gladiator (30) Conjurer (15)
Monk Pugilist (30) Lancer (15)
Dragoon Lancer (30) Marauder (15)
Bard Archer (30) Pugilist (15)
Disciples of Magic
White Mage Conjurer (30) Arcanist (15)
Black Mage  Thaumaturge (30) Archer (15)
Summoner Arcanist (30) Thaumaturge (15)
Scholar Arcanist (30) Conjurer (15)

 


Final Fantasy XIV usa a famosa tríade dos MMORPG´s, Tank, Healer e o DPS, e são usados muito bem na batalha, o papel do Tank nas DG´s fica para segurar o Boss, enquanto o Healer se foca em curar o Tank e o resto da Party, e claro o DPS tem o não menos importante papel de Matar o Boss.

Além de todas essas classes, FF XIV trás um excelente sistema de Crafting, a Disciples of Hand e Disciples of Land que você pode ver abaixo:

Disciples of Hand Carpenter • Blacksmith • Armorer • Goldsmith
Leatherworker • Weaver • Alchemist • Culinarian
Disciples of Land Miner • Botanist • Fisher

 

No começo você com certeza vai ficar perdido com o sistema, mais logo menos vai se acostumar e ver que não é nenhum bicho de se7e cabeças.

gPEKCpiUma das características que mais me chama a atenção em Final Fantasy XIV – A Realm Reborn é realmente esse belo sistema de classes, no geral você pode jogar sempre com um único personagem, isso mesmo o jogo te permite trocar de classes a qualquer momento, mudando apenas a arma que você utiliza ele já muda a classe automaticamente, isso tudo junto com um sistema de “gravação” de armas e armaduras para você não ter que ficar equipando toda hora, que abaixo é o Gear Set.

Imagina o quanto é divertido jogar um dia de Tank, outro de Healer, outro de Black Mage, outro de Dragoon e assim ir indo.

Acostuma-se de ver o pessoal correndo no mapa em grandes grupos, geralmente são grupos de UP fazendo Fates ou agora provavelmente a mais recente moda, o The Hunt, que nada mais nada menos que uma caça ao monstro, toda semana é disponibilizado alguns “contratos” para caçar monstros que você pode pegar, ir até o local, matar o monstro e pegar sua recompensa, mais hoje em dia o que mais vimos são centenas de players atrás dos monstros Elite, Rank S, Rank A, Rank B, para farm Seals, já que são um de cada em cada Mapa do jogo.

Outra novidade para FF XIV é o sistema de housing, que infelizmente não é nada complexo ou de mundo aberto, você tem um espaço que seria sua casa aonde você pode levar os amigos, decorar e tudo o mais, lembrando que as Guildas provavelmente terão o seu “quartel-general”, aonde você pode até treinar o seu grande companheiro, o Chocobo.

Qual fã da série Final Fantasy não é apaixonado por um Chocobo e nunca sonhou em ter seu próprio ? Pois em Final Fantasy XIV isso é possível, você pode usar ele como sua Montaria ou até mesmo como um companheiro de batalha, um Companion, que pode-se se escolher ser Tank, Healer e DPS.

ffxiv_09012013_233623O mundo de Eorzea é um mundo prazeroso e lindo de se jogar, com eventos dinâmicos chamados de FATE, que você pode participar das mais variadas e divertidas batalhas já vistas em um MMO, enfrente desde uma pequena invasão de monstros, proteger alguns mercadores e até enfrentar o todo poderoso Bahamut e o próprio Odin.

O que me trás certa nostalgia de outrora realmente é a trilha sonora do game, vire e mexe eu me lembro em jogos anteriores, Final Fantasy 6 e 7 estão bem presentes, mais ainda acho que o melhor de tudo realmente são os Primals, você vai enfrentar Ifrit, Garuda, TitanLeviathan, RamuhGood King Moggle Mog XII, Shiva, Odin e o poderoso Bahamut.

O mais bacana que cada Primal dropa uma arma totalmente exclusiva e personalizada dele, também temos o Modo Normal, Hard e Extreme.

Seja para DG´s, Primals, PVP, Guildhests, Raids e afins você tem a melhor ferramenta do jogo o Duty Finder, aonde basta você se registrar e o jogo automaticamente te leva para qual você escolheu, qual a classe que você se registrou.
FFXIV-ARR-Allagan-Tomestone-Limit

Existem muitas maneiras de se equipar em Final Fantasy XIV, a progressão do game até chegar no EndGame é basicamente missões e mais missões, você alcança o level máximo e pega a principal armadura do levelcap que é 50, depois disso começa a sua aventura em se equipar.

Você vai ter muitas maneiras para se fazer isso, crafting, drop nas DG´s e Primals, no Farm de Tomestones, Seals, Marks, que podem ser adquiridos em DG´s, Primals, PVP, The Hunt, o Hunting Log e muito mais.

Talvez a mais prazerosa e estressante seja você conseguir sua Relic Weapon, depois transforma-la em Zenith, Atma, Animus e Novus, aonde se torna mais estressante e demorado ainda para completar, principalmente a Atma que não tem progressão e é RNG puro.

O que eu sentia muita falta no jogo era realmente o PVP, porque depois de determinado momento, que você Farm seu set, upar todas as classes que você queria, faltava um pouco o que fazer, foi aonde lançaram o The Wolves´ Den que era um PVP 4×4 em uma arena, que o único proposito era matar o time adversário e ganhar, foi bacana durante um tempo, mais logo caiu no limbo, a Square Enix escutou e atendeu um feedback dos fãs que aclamavam por um PVP “maior”.

Foi a partir dai que junto com o Patch 2.3 o Defenders of Eorzea veio o tão pedido PVP, aonde as Grand Company brigam pelo primeiro lugar, em mapa de 24x24x24, cada um lutando pela vitória de sua GC, bolando estrategias e farmando cada vez mais, já que lá você além de ganhar os Wolfs Marks, também ganham Tomestones.

O que me surpreendeu porque talvez nunca tivesse testado foi jogar com o controle no PS4, nossa como os desenvolvedores fizeram bem feito, mesmo porque uma equipe totalmente diferente trabalhou exclusivamente na jogabilidade pelo controle, claro que você também pode jogar no PC e pelo controle também, fica ai a Dica.

Abaixo você pode conferir o Trailer do Patch 2.3 – Defenders of Eorzea, que trás o novo PVP e muitas outras novidades.

Apaixonado por jogos desde sempre.

2 Comentários

  1. Boa Elmister! Me add in-game! Falei pra você que ia começar a jogar, lembra? Finalmente estou jogando, e procurando uma guilda!

    Lala Lionheart, meu nick no behemoth.
    Tyrrlodbrok, meu nome na steam.

    Valeu!

    Reply
    • opa demoro vou add lá pra gente jogar m/
      só não achei o nick ingame, depois me add Elmister braveheart

      Reply

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*